Um bate-papo intimista com Fréderic Pacaut

Estava em dívida com o blog e as postagens não estavam acontecendo com a devida frequência; questão que não acontecerá em 2019. Prometo! Estou colocando no ar todas as postagens que estavam salvas como “Rascunho”.

Hoje quero compartilhar com você uma degustação intimista com Fréderic Pacaut da vinícola Les Jamelles, que tive a oportunidade de participar, a convite da Winebrands em 18.04.2018 no restaurante L’entrecôte Paris em Ipanema.

O painel preparado por Fréderic, para os 12 profissionais presentes, era composto de 5 rótulos da linha Les Jamelles Classiques – todos varietais -, sendo 2 rótulos de vinhos brancos (Sauvignon Blanc e Viognier) e 3 de vinhos tintos (Pinot Noir, Grenache e Cabernet Sauvignon).

Fréderic além de profundo conhecedor do terroir do Languedoc e do método de vinificação de todos os vinhos, foi muito atencioso e respondeu todas as perguntas feitas. A Clara Mei, com quem tive o prazer de trabalhar no hotel Marina All Suítes, no momento de transição de sua ida para São Paulo, fez a tradução das respostas de Fréderic que respondia em inglês com forte sotaque francês.

  • Les Jamelles Sauvignon Blanc 2016 – 100% Sauvignon Blanc – 12% – Languedoc – um vinho expressivo que nos remete aromaticamente a seu varietal. É seco e refrescante com acidez vibrante. De cor citrina com reflexos esverdeados, este Sauvignon Blanc apresenta um nariz rico e intenso com notas de frutas cítricas, toques herbáceos, floral e mineral. Este último aroma devido ao solo calcário onde estão plantadas as vinhas de Sauvignon Blanc. No palato, o vinho é equilibrado, com frescor tátil e de corpo leve. Não passa por estágio em madeira. Vinho fácil e bem agradável para os dias de calor. R$75,00.

  • Les Jamelles Viognier 2016 – 100% Viognier – 13% – Languedoc – é sem dúvida uma casta a ser descoberta pela maioria dos enófilos brasileiros. Sua origem é do Vale do Rhône Setentrional e é caracterizada por suas notas florais. No Vale de Casablanca no Chile, é a zona vinícola fora da França onde esta casta tem grande destaque. Com uma coloração um pouco mais intensa que o Sauvignon Blanc, apresentando um citrino escuro com reflexos dourados. Sua paleta aromática mostrou-se intensa e equilibrada com notas de damasco, pêssego e as famosas notas florais de acácia e lírios. Também de corpo leve, este Viognier entregou uma acidez viva e um retrogosto delicadamente floral. Vale a pena apostar numa casta diferente para se refrescar nos dias quentes. R$84,00.

  • Les Jamelles Pinot Noir 2016 – 100% Pinot Noir – 13% – Languedoc – estive diante de um Pinot Noir de clima moderadamente quente. 25% desse vinho estagiou em barricas francesas de primeiro e segundo uso por 9 meses.  Este rótulo passou por maceração pré-fermentativa à frio para extrair e preservar os aromas delicados. Com uma coloração rubi, apresentou um nariz bastante agradável com aromas de frutas vermelhas frescas, leves toques de especiarias, baunilha e uma nota agradavelmente terrosa. Em boca, apresentou taninos leves com boa acidez e um retrogosto revelando groselha, amora e cereja. Pra mim, que sou fã da Pinot Noir, é um ótimo exemplar de clima moderadamente quente e, também, para quem curte essa casta. Tem um preço muito acessível – R$84,00.

  • Les Jamelles Grenache 2015 – 100% Grenache – Languedoc – 13% – a Grenache, também originária do Vale do Rhône, só que da parte meridional, é uma casta de prefere climas quentes para obter sua maturação fenólica completa. Esse exemplar revela a tipicidade da Grenache com toda a sua plenitude no terroir do Languedoc, no sul da França. Apresentou uma coloração rubi com notas de frutas vermelhas frescas, especiarias doces, framboesa e delicados toques amadeirados. Parte do vinho, entre 5 a 10%, estagiou em barricas por um período entre 7 a 9 meses. Em boca, apresentou bom equilíbrio com grande corpo, acidez e taninos médios. Retrogosto frutado e medianamente persistente. R$75,00.

  • Les Jamelles Cabernet Sauvignon 2015 – 100% Cabernet Sauvignon – 13% – Languedoc – este monovarietal de Cabernet Sauvignon é um vinho ligeiramente complexo, rico, intenso, moderno e picante. Após sua vinificação fica por 6 meses nos tanques de aço inoxidável para a estabilização final. Depois 10% do vinho passa 9 meses em barricas de carvalho francês de primeiro e segundo uso, o que confere ao produto final um pouco de complexidade. De coloração rubi intensa com notas de frutas vermelhas e pretas como groselha, cassis, mirtilo e ameixa preta, revela, também, um toque vegetal, de menta e nuances amadeirados como defumado, café e caramelo. No palato, apresentou-se elegante com ótima acidez equilibrando a carga tânica apresentada, retrogosto frutado com uma nota de cedro ao final. Um vinho elegante e com perfeita harmonia entre seus elementos constituintes. R$75,00.

Agradeço ao Nando Rodrigues e a Clara Mei pelo convite e oportunidade para conhecer esta linha – Les Jamelles Classiques – de vinhos monovarietais franceses de qualidade e com ótimo custo/benefício. Os vinhos já estão no Brasil pela importação exclusiva da Winebrands. Vale experimentar!

Saúde!
Rafael Puyau

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.